Track dos tempos

terça-feira, 29 de março de 2011

Passamos nosso primeiro inverno no Canadá

Pessoal, semana passada acabou o inverno e agora já estamos no início da primavera aqui no Canadá. Ainda temos alguns dias com temperatura positiva e outros dias negativas, mas logo logo ficará só positivo. Esse foi nosso primeiro inverno aqui no Quebec, e foi o inverno mais frio de nossas vidas, mas nada que seja insuportável.
Antes de vim eu me lembro que eu lia nos blogs que no inverno não dá pra sair na rua, as crianças não conseguem ir pra escola, as pessoas não tem como trabalhar, etc... Bom, tudo isso pra mim não foi verdade. A gente nunca deixou de fazer alguma coisa na rua por causa do frio. A estrutura de Montreal para o inverno é muito boa. Todo lugar tem calefação, uma parte da cidade é subterrânea, todas as casas são aquecidas, as roupas são feitas para suportar o frio, e por aí vai. Isso tudo pq o inverno é frio de verdade. Normalmente fica entre -15C e -5C, mas as vezes dá um pico de -30C e outras vezes picos de temperaturas positivas, como no dia 1/1 que fez 8 graus positivos, ou em fevereiro que teve dia q chegou a 11 graus positivos. A variação de temperatura é enorme, tem dia q amanhece com -15 e a tarde está 0 graus.

É claro que houveram algumas adaptações no nosso cotidiano para poder enfrentar o inverno, como por exemplo, tirar a neve de cima do carro, ou até mesmo desenterrar o carro depois de uma tempestade de neve, usar botas e casacos impermeáveis o tempo todo, nos dias mais frios é necessário sair com uma segunda calça (chamada de segunda pele). Até tivemos que comprar um humidificador pra por em casa pq a humidade relativa do ar baixa muito, devido a calefação, ficando em torno de 20%. Após o himidificador eu deixo sempre em 50%.
Dizem que o inverno desse ano foi mais frio q o dos últimos anos, mas nevou um pouco menos. Por ter uma temperatura mais fria, na neve levou mais tempo para derreter, mesmo tendo nevado menos.

Outra coisa que eu percebi é que a maioria dos brasileiros falam que sentem menos frio no inverno aqui do que no inverno do sul/sudeste do Brasil, e percebi que é verdade. E é por isso que a maioria dos brasileiros evitam ir para o Brasil nos meses de julho ou agosto. Isso acontece por causa da estrutura para o frio. No Brasil normalmente não tem aquecimento nas casas e no inverno a gente é obrigado a por roupa de frio mesmo pra ficar dentro de casa, dormir com cobertor + cobertor + manta + edredom e ainda tem gente que coloca bolsa de água quente pra esquentar os pés. Aqui dentro do nosso ap está sempre em 24 graus, e pode estar o frio que for lá fora que aqui dentro estou de camiseta, bermuda e chinelo.

Eu diria que o segredo para passar bem o inverno é se ocupar, colocar atividades na sua rotina, não ficar somente em casa esperando passar o frio. No Quebec só fica em casa quem quer. Tem muitas atrações para se fazer no inverno, principalmente em Montreal, como a festa das neves, o canaval de Quebec, visitação ao hotel de gelo, muitos desfiles como o desfile de Natal, desfile do St-Patrick, etc. Tem pista de patinação no gelo por todo lugar, e muitas são gratuitas. Tem as montanhas onde o pessoal pratica ski e snowboard. Tem a Cabane à Sucre, a pesca no rio congelado, piscinas públicas aquecidas, os lugares fechados como Biodome, Jardim Botânico, Biosfera, museus, etc... Sem contar as casas dos amigos. Ou seja, só fica em casa quem quer mesmo.

Bom, agora é começar a curtir a primavera. As gaivotas já voltaram pra Montreal (todo inverno elas migram pra outro lugar), já está começando a aparecer as primeiras folhas nas árvores e logo vem as flores, já tem um monte de esquilo pelas ruas e parques, e já não é mais preciso tirar neve do carro.

Curtam aí abaixo algumas fotos do nosso primeiro inverno no Canadá.

Abraços pra todos!
Lara curtindo a neve
A gente na exposição das Esferas Polares
Na festa de Reveillon
Na estação de ski Le Relais
Lara se divertindo no parque Valcartier
Festa das neves de Montreal, no parque Jean-Drapeau
A gente dentro do hotel de gelo
Desfile do carnaval de Ville de Quebec
Snowboard em Mont Saint-Bruno

quinta-feira, 17 de março de 2011

Mudança de nível do curso de francês

Aeeeee people... Ontem foi meu último dia de aula no nível 6 da fransisação. Como eu já tinha dito em outro post, estou fazendo minha fransisação no Cégep de Saint-Laurent. Na verdade ontem foi só pra pegar as notas das provas, saber se passou ou não, e festa de encerramento. Nossa festa de encerramento foi num restaurante de cozinha italiana e mediterrânea, chamado Il Boccalini, próximo do metrô Du College, à 5 minutos do Cégep.

Bom, em relação ao curso, eu gostei bastante e até superou minhas espectativas. O francês ensinado no curso é o francês tradicional, mas a professora sempre mostra as diferenças para o francês quebecois. O rítmo do curso é um pouco lento pq se repete muito a mesma matéria, mas isso tem o lado positivo de se fixar bem a gramática. Ao mesmo tempo o curso é bem prático, com jogos, interações entre os alunos, encenações, etc, e eu particularmente curto muito mais um curso assim.

Agora vou ficar 2 semanas de férias do curso e dia 4 de abril começo no nível 7. A fransisação do Cégep vai até o nível 8 para conversação e depois passa para a parte escrita. Mas isso não quer dizer que até o nível 8 não tenha nada escrito, mas é o foco. Mesmo nos níveis de conversação tem produção escrita, interpretação de textos, ditados, etc...

Abraços e até o próximo post.

domingo, 6 de março de 2011

Imagens de Fevereiro/2011

Pessoal, aqui estão algumas fotos de fevereiro/2011. Tb tem 2 vídeos no final.
Lara à caminho da escolinha
Minha rua 1 dia após a tempestade de neve
Lara se adaptando na escolinha
A neve está baixando. Já dá pra ver o hidrante
Neve na entrada do meu prédio
Caipirinha de kiwi
Hotel de gelo
Bar de gelo, dentro do Hotel de gelo
Lara, Lori e Paula no Hotel de gelo
Carnaval de Ville de Quebec
Escultura de gelo em Ville de Quebec
Carro alegórico no Carnaval de Ville de Quebec
Fantasia
Larinha testando o esquenta-orelhas da mamãe
Lara e papai em casa
video
Na estrada indo pro EUA

video
Lara falando no iPhone com a Lori, e ainda ficou brava pq peguei o tel dela

quarta-feira, 2 de março de 2011

1 Mês de escolinha da Lara

Aeeee Gente... Essa semana fez 1 mês que a Lara está na escolinha. Como no Brasil ela nunca tinha ido pra escolinha então no início foi muito duro, pra gente e pra ela. Agora vou contar como foi, e está sendo, nossa experiência.

Bom, tudo começa com a busca por uma vaga nas escolinhas. Com os incentivos do governo pra as famílias terem filhos, e a chegada de muitos imigrantes já com filhos, então todas as escolinhas estão cheias, tanto as públicas como as privadas. Minha recomendação é que quem tem filho já inscreva a criança nas listas de espera das escolinhas ainda estando no Brasil. No site Ma Garderie tem a lista da maiorias das escolinhas. Estando aqui é legal fazer uma visita nas escolinhas, mesmo ainda estando na lista de espera. Tem escolinha que a lista de espera é de 3 anos!!!!

Pensando assim nós inscrevemos a Lara nas lista e fomos visitar muitas escolinhas. Algumas indicadas por amigos, outras indicações nos foruns, e ainda tinha algumas que passamos na frente e resolvemos parar pra ver. Nossa busca começou ainda no ano passado, mas em janeiro se intensificou pq em fevereiro começaria a fransisação da Lori em tempo integral e eu tenho que trabalhar, então a Lara teria que ir mesmo pra uma escolinha. Outra coisa é que ela já estava com 1 ano e meio e qto mais a gente esperasse mais duro seria.
Depois de muitas visitas, e-mails enviados e buscas nos sites, uma escolinha me ligou no fim de janeiro com a notícia que tinha uma vaga pra Lara pra começar em fevereiro, e decidimos pegar essa escolinha. Ela se chama "Palace des Petits" e fica próximo do metrô Fabre, isso dá uns 5km de casa. É uma escolinha nova, foi inaugurada em setembro/2010, então ainda tem algumas coisinhas que estão se acertando. Ela não foi a melhor escolinha que visitamos, mas foi a segunda melhor, em relação ao que procurávamos pra Lara. Ela é uma escolinha bilingue eles tem um bom programa educativo, a alimentação é bem balanceada e feita na própria escolinha, todas as professoras tem o certificado reconhecido pelo Quebec pra poder cuidar dos pequenos e são bilingues (inglês e francês), a escolinha é super limpa, etc. Depois que a Lara começou nessa escolinha, outras 3 já me ligaram oferecendo vaga pra ela.

Bom, como quase toda criança que vai pra escolinha pela primeira vez, foi super difícil. Ela começou no dia 01/02 e nesse primeiro dia ela até que ficou bem. Eu e a Lori fomos levá-la, entramos na sala de aula junto com ela e ficamos lá brincando com ela por uns 20 minutos. Nesse tempo tb passamos algumas instruções pras professoras sobre a Lara. Ela tem 2 professoras e são 16 crianças na turma dela, com idade entre 1 ano e meio e 2 anos. Depois que saímos ainda ficamos observando pelo vidro da sala e pudemos ver que ela ficou brincando e nem chorou. Depois do almoço voltamos à escolinha pra ver se estava tudo bem, e ela já estava dormindo, mas a professora disse que ela não quis almoçar, nem comer o lanche a manhã. No fim da tarde voltamos para pegá-la aí ela chorou um pouco qdo nos viu. A professora disse que o lanche da tarde ela tb não quis, mas que isso é assim mesmo com a maioria das crianças pq é um ambiente novo, com pessoas estranhas, etc.

Bem, aí fomos nós para o segundo dia. Esse dia foi terrível, assim como o resto da semana. Só de acordar cedo e começar a trocar de roupa parece que ela já sabia que iria pra escolinha e começava a chorar, antes mesmo de sair de casa. Qdo a gente a deixava na escolinha ela abria o berreiro, mas depois de um tempo, segundo as professoras, ela parava de chorar, mas ainda nessa primeira semana ela ficava só olhando as outras crianças e brincava sozinha. Tb não comia nada mas pelo menos tomava um pouco de leite. Eu juro que cheguei q me questionar se eu estava fazendo a coisa certa, e me segurei muito pra não chorar. A Lori chorava todos os dias dessa primeira semana. Chegamos a pensar em tirá-la da escolinha, ainda mais pq logo na primeira semana ela ficou com febre e passou o fim de semana doente. Todo mundo diz que é normal a criança começar a ficar mais doentinha qdo começa a escolinha, mas depois isso vai passando.

Na segunda semana ela ainda chorava um pouco, mas bem menos que na primeira semana. Ela chorava mais qdo eu a deixava e depois qdo eu aparecia para pegá-la. Mas ainda não comia, só tomava leite, e só queria brincar sozinha. Praticamente não chorava mais durante o dia. Esse semana ela tb faltou 1 dia pq ficou doentinha.

Primeiro trabalhinho da Lara na escolinha
A terceira semana a coisa começou a mudar bem. Começou a ficar mais visível que a adaptação da Lara estava indo bem. Alguns dias dessa semana ela já não chorava mais qdo eu a deixava e começou a interagir mais com as outras crianças. Nessa semana ela começou a "brincar" com a comida na hora de almoço, mas nada de comer ainda. Só leite mesmo. Houve um dia que qdo cheguei com ela lá, ela viu a professora e já deu os braços pra ela pegá-la. Isso me deixou muito surpreso, mas ao mesmo tempo feliz por saber que ela estava gostando da professora. Essa semana teve o dia de Saint-Valentin (dia dos namorados daqui) que foi no dia 14, e ela fez seu primeiro trabalhinho na escola, relacionado ao dia dos namorados. Esse semana tb esquentou um pouco e as crianças foram brincar na neve 1 dia e isso a Lara adorou.

Bom, na semana passada (quarta semana) já foi muito boa. Ela não chorou nenhum dia. Qdo eu chegava lá pra deixá-la ela já abraçava a professora e até me tava tchau com a mão. Ela começou a querer almoçar, mas ainda come com as mãos e não come tudo. A professora me disse que ela adora arroz e isso prova que ela está comendo mesmo que é o que a Lara mais gosta. Agora ela fez amizade com uma amiguinha e adora abraçá-la e brincar com ela.

No fim estou percebendo que estamos fazendo a coisa certa. A Larinha está se adaptando muito bem e se desenvolvendo. Ela adora dançar e na escolinha ela tem aula de dança e música. Agora sempre que ela ouve uma música ela começa a dançar. Ela já entendia algumas coisas em francês e inglês por assistir TV, agora já está entendendo praticamente tudo em francês, e muita coisa em inglês, mas falar mesmo só em português e mesmo assim algumas palavrinhas. As crianças aqui normalmente começam a falar com 3 anos de idade por causa dos 2 idiomas, mas qdo começam já saem falando os 2 idiomas logo de um vez. A Lara deve começar até um pouco antes pq durante quase 1 ano e meio ela só ouviu português e já está falando algumas palavrinhas. Outra dia, em casa, dei pra ela arroz com carne moida sem amassar e ela comeu. Com certeza ela aprendeu na escolinha vendo as outras crianças pq ela numa tinha feito isso em casa. Antes ela com queria comida amassadinha. Sem contar muitas outras atitudes dela q ela não tinha antes, como tirar as coisas do lugar e depois por de volta, ou então, arrastar uma cadeira pra subir e pegar algo que ela não alcança.

Estou muito feliz com o desenvolvimento da minha princesinha, e agora é continuar a adaptação e logo logo ela já vai estar me dando aula de francês.

Abraço!!!